sexta-feira, setembro 29, 2006

O Teatro em Portugal: Que lhe aconteceu?

Posso ser bastante nova, dirão vós, mas uma das artes que mais me fascina é o teatro. E de tanta peça ver acabei por tornar-me bastante crítica em relação ás peças que vejo.
Mas que aconteceu ao nosso teatro, o teatro bom e português?
Desculpem-me a sinceridade mas o que é que a peça da série “Morangos com Açucar” que esteve em cena á cerca de dois anos tinha de teatro? E mesmo assim encheu salas!
Para mim o teatro não é apenas uma história romântica com um ar amoroso, para mim o teatro não são os actores famosos, para mim o teatro é a peça e a forma como ela é representada. E isso não acontece muitas vezes em Portugal. Irrita-me a mania das vedetas em que Portugal vive. E neste caso quando falo de teatro posso falar também de cinema. Ouço demasiadas vezes este tipo de conversa:
.....
- Então vais ver a tal peça de teatro\ o tal filme?
- Vou?
- E como é a história?
- Não sei, nem me interessa.
- Então?
- Sabes, tem fulano tal, aquela actriz\actor muita gira\o e muito famosa\o, portanto deve ser boa\bom.
.....
“Basta!Pum!Basta!” já dizia Almada Negreiros e digo agora eu.
Portugal, sinceramente, estás-te a tornar num país ignorante e ainda por cima irritante! Acorda, tens imenso teatro excelente que luta por ter um pouco de público!

Deixo-vos algumas ideias, testadas por mim:

“As Obras Completas de William Shakespeare em 97 Minutos” pela Companhia Teatral do Chiado (para arranjar bilhetes vão a www.companhiateatraldochiado.pt)
Não é por coincidência que ponho este peça em primeiro. É porque é a minha favorita de sempre. Excelente comédia. Um trio de actores insuperável. O 10º ano da peça em cena prova-o.

“As Vampiras Lésbicas de Sodoma” também pela Cmp. Teatral do Chiado.
Para mentes livres, puro riso é muitos tabus á mistura. Sem preconceitos, muito animada e irreverente.
Por fim, se a ticketline.pt estiver certa e a peça continuar em cena:
“Galileu” de Brecht pelo Teatro Aberto.
Uma peça para pensar, um grupo de actores irrepreensível. Se puderem ver, tenham especial atenção aos diálogos da personagem Galileu e à evolução do seu aprendiz, Andrea.

Que tenham boas sessões de teatro! É o que desejo.

8 Comments:

At outubro 01, 2006 2:03 da tarde, Blogger gato_escaldado divagou...

Bela sugestão para uma ida ao teatro. Beijos

 
At outubro 04, 2006 10:04 da manhã, Anonymous João Ferreira Dias divagou...

Aqui está um bom post para a Cidadela! Bjs

 
At outubro 06, 2006 12:43 da manhã, Blogger Castor (moi-je...ehe, ehe) divagou...

Vê-se que ostas de teatro... Ainda bem que ainda há quem goste. O castor gosta também, mas está um pouco longe... No Dique, o único teatro que vê é o teatro que faz... e o que o faxina é a limpeza que tem que fazer quando a minhoca resolve sujar... ehe,ehe,ehe..., CHUAC! e.... vôrtei para te azucrinar...

 
At outubro 09, 2006 10:29 da manhã, Anonymous js divagou...

Se o teatro está mau não é por culpa da TV ... é que a má progrmação televisiva é um optimo incentivo para que as pessoas passem a ir ao teatro...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt
(Bem-Vinda à cidadela dos Incultos, esperamos pelos teus artigos...)

 
At outubro 11, 2006 4:31 da tarde, Blogger Perséfone divagou...

Tens toda a razão! Não só não é comum o gosto pelo teatro, como por obras dramáticas em livros. Eu, por exemplo, tenho andado feita louca à procura do livro "O dia seguinte" de Luiz Francisco Rebello. Não o encontro em lado nenhum. Há muita falta de informação sobre obras dramáticas, sejam elas escritas ou representadas. Tou aqui para me juntar à tua luta!!

 
At outubro 11, 2006 10:31 da tarde, Blogger Ensaio divagou...

Debates como estes é que deviam entrar nas nossas casas com frequência.
A melhor sugestão, para mim, é a terceira. Pela evolução de Andrea, mas sobretudo pela qualidade do texto.
Fica mais uma sugestão: The Pillow Man

 
At outubro 13, 2006 11:58 da manhã, Blogger Isabel José António divagou...

Cara Amiguinha Susana.

Não deixe que a revolta se instale em si pelas coisas que detecta. Todos os "cenários" que transmite neste post e no anterior, fazem parte dos planos destas "equipas dirigentes", para porem toda a população desinformada, amorfa e a acreditar em salvadores ou pelo menos a sentir que nada passa pela acção de cada um. Tudo virá de fora de nós mesmos. Porque é que os "Morangos" estiveram dois anos a serem transmitidos? Porque durante dois anos a maioria dos jovens daquelas faixas etárias, iam sendo adormecidos (com a capa do entretenimento) de modo a não expressarem livremente o que lhe é necessário. Nem eles saberão o que lhe é necessário.

Porque os teatros estão "às moscas"? Porque quer-se fazer crer que isso do teatro sério é só para intelectuais ou pessoas entendidas. O que regista mais assistência são as comédias e nem mesmo as comédias sérias têm muita gente a assistir.

Você é uma jovem disperta para outras realidades. Tente manter-se serena. Contactar com outros jovens de todas as idades para coisas elevadas e sérias.

Não procures fora de ti
O que dentro de ti está
Teu mundo é o Ser que está aí
No coração do lado de cá

Abraça a realidade e observa
Com os olhos da alma e coração
A pessoa não nasce para serva
Mas para alcançar outra dimensão

Um grande abraço

José António

 
At outubro 17, 2006 6:34 da tarde, Blogger RCataluna divagou...

Bom blogue!! A ver se te visito com mais tempo...

 

Enviar um comentário

<

<< Home