segunda-feira, novembro 07, 2005

Vermelho Sangue



(na linha da dança - vamos viajar com o pensamento para Espanha..... vêm comigo?)

Escuro, holofotes vermelhos
Astmosfera tensa de sangue
Os lentos dedilhares da viola
Aceleram, começa a festa

Aparece primeiro a dançarina
Bela, entre os laivos de vermelho
As mãos, as suadas mãos
Marcam o compasso frenético

Vem o homem, negrume da noite
A Bela retrai-se para um canto
Os tacões dos dois ressoam
O sangue aquece ao rubro

Negrume da noite, querendo impressionar
Oferece a Bela uma rosa vermelha
Ela acerca-se lenta, a medo
Aceita o presente e deixa-se ir

A dança aquece, rodopiam
A viola larga notas de fogo
Vermelho e preto misturam-se
Negrume e Bela são só um

Rodopiam nos braços um do outro
A música pára. Ouvem-se palmas.
E vermelho e preto enrolados
Soltam um quente e terno beijo.

6 Comments:

At novembro 07, 2005 11:06 da tarde, Blogger Vagabundo divagou...

Pra Espanha? Vamos!!!!!

Bj Vagabundo

 
At novembro 08, 2005 9:26 da manhã, Blogger UGAJU divagou...

!Olé! Mi gusta mucho el salero del flamenco! Andalé! Arriba, arriba!

 
At novembro 08, 2005 10:16 da manhã, Blogger Eremita Baptista divagou...

parabéns pelo blog é genial...=;)

posso colocá-lo nos links?

 
At novembro 08, 2005 3:23 da tarde, Blogger Cakau divagou...

Olá, Susana :)
Vim agradecer a tua visita ao meu Paraíso e retribuí-la. O teu cantinho é muito bonito e cheio de frescura. Voltarei :) *

Um beijinho enorme e boa semana.

 
At novembro 08, 2005 10:02 da tarde, Blogger Mendes Ferreira divagou...

com um texto assim e uma imagem tão quente, é claro que vou. contigo. abraço.

 
At novembro 08, 2005 10:12 da tarde, Blogger Ana Bárbara Contumélias divagou...

Su.....que se pode dizer sem ser: adorei!!! tá um espetaculo...mas tá msm... tás cada vez melhor ;)
Bjs e claro: continua :D

 

Enviar um comentário

<

<< Home