quinta-feira, abril 20, 2006

Este é o meu Mar




Este é o meu mar
Bem....não é só meu
É de todos e de ninguém
É azul e preto também

É o mar dos animais
Das plantas também é
É o mar dos meus sonhos...

É o mar dos homens
O mar, aquele, abusado,
Negro, verde, morto
Um manto triste, desolado

É um mar a perder o azul
Ou a flutar no branco das ondas
É um mar de sonhos (ou pesadelos)
Ao virar da gota de água

7 Comments:

At abril 20, 2006 2:19 da tarde, Blogger O Micróbio II divagou...

Esse mar não é apenas teu... :-)

 
At abril 20, 2006 2:44 da tarde, Blogger agua_quente divagou...

Esse é o mar que nos embala, que nos consola, que nos inspira... como se vê! :)
Beijos

 
At abril 21, 2006 5:02 da tarde, Blogger maresia_mar divagou...

Esse mar que eu tanto adoro... adoro olhar para ele e ver o infinito... belissimo o teu poema. Bjhs

 
At abril 22, 2006 12:25 da manhã, Blogger chama oculta divagou...

E é mesmo isso o mar....um mar de imensidões, de mistérios por desvendar...Vim agradecer o teu comentário no meu cantinho e claro que como adorei o teu....por cá voltarei a passar. Beijinhos e obrigada pela tua visita!

 
At abril 22, 2006 6:34 da tarde, Blogger Ricardo Bernardes divagou...

Adorei o poema, força continua!!!

 
At abril 25, 2006 4:18 da manhã, Anonymous batista filho divagou...

Tens um belo mar. Parabéns!

 
At abril 25, 2006 7:23 da tarde, Blogger Isabel José António divagou...

Olá, cara Pastorinha!

Há algum tempo que o trabalho não nos tem permitido vir visitá-la!

Um abraço e façamos todos por salvar o mar, da poluição e também da inconsciência dos homens!

Um abraço,

Isabel

 

Enviar um comentário

<

<< Home