sexta-feira, novembro 18, 2005

Fogo




(eu sou assim =) - quem mais se identifica cm este poema? eu sei uma pessoa, pipinha este também é te dedicado - Encontram-na aqui)

Arde um fogo eterno
Na alma do curioso
Fogo vivo, impiedoso
Chama ardente, imortal

Labaredas de água
Inundação de saber
Fome de verdade
Sede de conhecimento

Arde, coração insatisfeito
Chama do tamanho do Mundo
Fogo que nunca acaba
Mergulho no saber profundo

8 Comments:

At novembro 18, 2005 4:22 da tarde, Anonymous filipaaa divagou...

AHAH somos mase' umas brasas as duas xP Este texto ta' lindo pa nao variar ne' ? :P Obrigadaaa *

 
At novembro 19, 2005 3:01 da manhã, Anonymous CASTOR divagou...

Para apagar um fogo assim,só com pozinhos de perlimpimpim... senão não dá... ehe,ehe,ehe... CHUAC!

 
At novembro 19, 2005 4:09 da tarde, Blogger agua_quente divagou...

Ainda bem que és assim! Fico feliz por saber que há pessoas tão jovens como tu com essa vontade de saber! :)
Beijos

 
At novembro 19, 2005 6:50 da tarde, Blogger Poesia Portuguesa divagou...

Tens a força da natureza e da juventude dentro de ti. Nunca a percas!

Um abraço e bom fim de semana :)

 
At novembro 20, 2005 1:14 da tarde, Anonymous Distante divagou...

Conheço bem esse sentimento...

 
At novembro 21, 2005 9:47 da tarde, Anonymous Anónimo divagou...

tá muito lindoooooooooooo...tens bué jeito!!continua assim...k inda vais ser mais famosa k muitos poetas com 100 anos de história!!lol
v´...bjinhus gandes da carla!!***************

 
At novembro 22, 2005 5:43 da tarde, Blogger mjfigueira divagou...

Susana

"roubei" o teu poema para o nosso blog "círculo de poesia". Mesmo sem pedir autorização, imagino que me perdoes.
Uma grande beijoca

Maria João

 
At novembro 23, 2005 9:58 da manhã, Blogger Jorge Moreira divagou...

Lindo Poema... repleto de Chama!
Continua a dar um pouco desse fogo para nos aquecer a Alma.
Beijinhos

 

Enviar um comentário

<

<< Home